Mirai

Gasolina, Etanol ou os dois? O que compensa mais?

Quantas vezes você já se perguntou isso? Gasolina ou Etanol é uma duvida recorrente a todos os usuários de carros flex, nesse post esperamos te ajudar a escolher o melhor para o seu carro e o melhor ainda para o seu bolso.

Como funciona os carros flex?

Primeiramente, vamos entender como o motor flex funciona. O sensor chamado “sensor lambda” (ou sensor de oxigênio) é o responsável por informar ao módulo de injeção de combustível se a mistura tem mais combustível do que ar (rica) ou o contrário (pobre).
Após receber esta informação, o modulo da injeção faz as contas e adequa a quantidade de combustível a ser injetada para que ocorra uma queima completa.
Quando o tanque está apenas com gasolina (nunca acontece porque tem 27% álcool na gasolina) a relação ideal é de 13,1 partes de ar para uma parte de gasolina. Quanto ao etanol, são 9 partes de ar para uma parte de álcool.

Manter um só combustível no meu carro não é prejudicial?

Ambos combustíveis são bons para o seu carro e nenhum deles é prejudicial ou até mesmo benéfico para o carro flex. É recorrente em postos de gasolina, oficinas e em qualquer canto que se fale de carro que os flex não podem ser abastecidos com um só tipo de combustível, pois podem prejudicar a durabilidade de algumas peças do sistema de alimentação ou até mesmo trazer problemas para o motor, dependendo do uso. Isso é uma meia verdade.

O que pode acontecer, devido a adulteração dos combustíveis (infelizmente uma prática comum no Brasil) é que combustíveis adulterados como o etanol por exemplo, podem produzir uma goma (algo parecido com açúcar queimado) que ao esfriar, endurece, estraga os bicos injetores, roscas das velas, bóia de combustível, bomba de combustível e no filtro do combustível.

Quando o assunto é gasolina adulterada o dano pode ser ainda maior, pois na adulteração é adicionado vários produtos químicos bem agressivos que provocam um estrago em retendores e anéis vedadores, bomba de combustível, bóia do tanque, velas e outros mais.

Devido a essas condições dos combustíveis no Brasil, recomenda-se trocar de combustível a cada 4 ou 5 tanques.

Na hora de abastecer fique ligado na procedência (Foto: Reprodução/Internet)

Mas afinal de contas, qual é o mais econômico?

É preciso calcular. Sabendo que o etanol tem cerca de 70% da energia da gasolina. Teoricamente o etanol deveria custar cerca de 70% do preço da gasolina, logo, só é vantajoso abastecer com etanol se o preço desse combustível for até 70% o da gasolina.

Para fazer o cálculo é simples: basta multiplicar o preço do litro da gasolina por 0,7. Se o resultado for maior que o preço do litro do etanol, então vale a pena o etanol; já se for menor, escolha a gasolina.

Uma outra maneira de fazer o cálculo é pegar o valor do litro do etanol e dividir pelo valor do litro da gasolina. Se o resultado for maior que 0,7, use a gasolina.

Para os que são conectados e sempre buscam um aplicativo que resolve seus problemas é possível baixar, para iOS, o app BrasilFLEX 2.0 que além de fazer esse cálculo de forma rápida, tem recursos como cálculo de consumo médio por quilometragem, gastos com combustíveis, entre outros.

As vantagens e desvantagens

Gasolina

Gasolina ainda é o combustível mais usado nos veículos. No entanto, existem alguns problemas causados pela utilização de gasolina, como por exemplo:

Ineficiência – A gasolina é um combustível ineficiente. Além de não ser renovável, não dá pra utilizar toda sua energia e transformar em força motriz de um veículo.

Emissões de gases – A queima da gasolina pode levar ao acúmulo de monóxido de carbono e outros gases que provocam o efeito estufa, que favorece o aquecimento global.

Preço variável – Os preços do barril do petróleo variam muito. Altos e baixos, que influenciam diretamente e constantemente no preço dos combustíveis.

Fonte não renovável – Sendo a gasolina derivada do petróleo (um combustível fóssil) uma vez que refinado o petróleo acaba. E a única forma, até o momento, de se obter petróleo é por extração, sendo assim, em algum momento vai acabar.

Apesar de ser um combustível cada vez mais deixado em segundo plano nos últimos anos, também há algumas vantagens de se usar gasolina, sendo essas:

Escalabilidade – a gasolina é facilmente encontrada em qualquer lugar do mundo, assim como serviços e produtos relacionados. Mecânicos, peças, tecnologia avançada para motores de combustão interna, entre outras.

Baixos custos – Como a tecnologia vem desenvolvendo aparatos e peças por mais de 100 anos, a tecnologia desse tipo de motor está bem desenvolvida e cada dia mais aperfeiçoada, tornando mais fácil e barato trabalhar com motores a gasolina.

Etanol

Outra opção de combustível, renovável e cada dia mais desenvolvida, o etanol. Este combustível é aproveitado de fontes que são renováveis, geralmente vegetal. Podem ser transformadas em etanol as algas, o milho, a cana de açúcar, e muitas outras fontes.

O etanol tem sido misturado à gasolina para ajudar o país na redução de emissão de gases poluentes na atmosfera. Que é um combustível que carrega algumas desvantagens.

Menos eficiência – É preciso queimar mais etanol para produzir a mesma energia que a gasolina.

Preço muito variável – Como depende também, na maioria das vezes, da produção de plantações, o preço do etanol pode variar dependendo da safra de um dado ano.

O etanol possui também em outros aspectos vantagens consideráveis:

Fonte renovável – Ao contrário do petróleo, o etanol pode ser fabricado, o que reduz em muito o impacto da extração de petróleo no planeta.

Menor pegada de carbono – O álcool produz muito menos gases nocivos. Como resultado, temos menos gases causadores do efeito estufa na atmosfera.

Solúvel em água – O álcool por ser solúvel em água, reduzindo o impacto ambiental em caso de acidente.

Na hora da escolha é bom não considerar só o preço (Foto: Reprodução/ Internet)

Qual o melhor combustível?

Após tantos anos de extração de petróleo é impossível não pensar que os combustíveis de origem fóssil serão gradualmente substituídos gradualmente por um combustível mais renovável, como biodiesel, etanol, energia elétrica, hidrogênio, entre outros. Apesar do aumento do “Boom” dos carros elétricos nos últimos anos, a idéia de uma fonte de combustível mais “verde” vai demorar um tempo para ser totalmente consolidada.

Pensando em um futuro mais próximo, os carros flex já são uma realidade e estão entre os melhores do mercado, quando em questão a tecnologia de queima de combustível. Mesmo com os motores sofrendo um pouco mais com etanol, o custo desse combustível é menor do que o impacto que os combustíveis fosseis tem no meio ambiente. O motor flex também da a opção do motorista escolher entre o que lhe é mais conveniente.

A mais pura verdade é que a tecnologia colocou motores a gasolina e a etanol em equivalência, sendo os motores Flex a melhor opção, para que você tenha o melhor dos dois mundos, em eficiência ou consumo, manutenção, e respeito à natureza.

E aí? Qual o tipo de combustível que você usa? Conta o seu segredo aí nos comentários!

 

Fonte: G1, Carro de Garagem, Motorshow, Seguro auto

1 thought on “Gasolina, Etanol ou os dois? O que compensa mais?

  1. Eu tenho um Classic 2005 álcool. A um tempo queimou a bomba de combustível e coloquei uma nova só que Flex. E meu carro fax na média 9km/l Estrada e cidade. Só na estrada chega a fazer mais de 11km/l. Um dia inventei de por gasolina e pra minha surpresa fez 10km/l na estrada. Então, só coloco álcool e gasolina só aditivada no reservatório de partida frio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *